Rio Piracicaba: ovos coloridos enriquecem a merenda escolar

Casal assistido pela Emater-MG cria galinhas livres de gaiolas, priorizando o bem-estar animal

(Foto: divulgação/ Emater-MG)

(Foto: divulgação/ Emater-MG)

Vermelhos, rosados, verdes, azuis e até roxo. Na Fazenda Preservar, em Rio Piracicaba, região Central de Minas Gerais, as cores dos ovos são uma festa. L√°, a produção é de galinhas livres de gaiolas, portanto mais felizes. Criadas em uma √°rea delimitada, mas com bom espaço, elas podem expressar seus comportamentos naturais, ciscar e empoleirar à vontade. Os propriet√°rios da fazenda, o casal Maria de F√°tima Almeida Aranda e Eri Couto Aranda, t√™m como valor o respeito aos animais e a preservação ambiental. O nome do local, Preservar, j√° diz muito sobre isso. "Nesse sistema as galinhas t√™m mais bem-estar", reforça Maria de F√°tima.

O engenheiro agrônomo da Emater-MG, que assiste ao casal, Gustavo Caldeira, destaca ainda que em toda propriedade h√° a implantação de medidas para uma produção sustent√°vel. Ele cita, por exemplo, que a fazenda é unidade de refer√™ncia de implantação de barraginhas, estruturas que armazenam √°gua de chuva, propiciando a infiltração no solo, melhorando assim a disponibilidade e a qualidade da √°gua no terreno.

(Foto: divulgação/ Emater-MG)

Com assist√™ncia da Emater-MG, eles implementaram também uma pequena agroind√ļstria de ovos. "Aqui havia essa necessidade de ter uma agroind√ļstria para poder fornecer os ovos para alimentação escolar. Então acompanhamos eles desde a instalação da unidade, de forma adequada à legislação, a formalização do empreendimento, o treinamento para que a Maria de F√°tima pudesse ser a respons√°vel técnica pela agroind√ļstria, além da articulação para que ela forneça os ovos para a merenda escolar, via Pnae (Programa Nacional de Alimentação Escolar)", explica a técnica de Bem-Estar Social da Emater-MG, Ana Maria da Silva.


Na agroind√ļstria os ovos são selecionados, analisados e embalados. Cada pente de ovos sai com diversidade de cores. A coloração é em função das raças das galinhas: a Isa Brown coloca ovos avermelhados; as GLC (Galinhas Livres Caipiras) botam ovos coloridos, azuis, verdes, roxos, entre outros; e a raça Novogen fornece os ovos cor creme. "Eu tenho v√°rias raças para diversificar a coloração dos ovos porque o cliente é muito exigente. Com o ovo colorido, de um tamanho maior, eu consigo mais aceitação no mercado", explica Maria de F√°tima. Ela ainda conta que para deixar a gema com cor mais viva, acrescenta na alimentação das galinhas, além de verduras, a semente de urucum, que é a planta usada para se fazer colorau, um condimento alimentar que tem um vermelho intenso.

Aves ornamentais

Antes de investirem na produção de ovos, a F√°tima e o Eri se dedicavam à criação de aves ornamentais. Migraram de negócio em função de uma queda brusca neste mercado. Mas ainda hoje eles possuem alguns exemplares dos bichos exóticos, pela paixão por esses animais. "Em 2018 ficou muito fraca a venda das ornamentais, então migramos para as aves de postura. Mas eu sinto falta, eu tenho um pouquinho ainda. Calopsita mansa, can√°rio belga, periquito australiano, a gente vendia bastante", recorda o senhor Eri.

Contudo, ele reconhece que o mercado de aves de postura é mais est√°vel e est√° satisfeito na atividade. Na Fazenda Preservar eles possuem 300 galinhas de postura, que fornecem cerca de 220 ovos por dia. Eles são comercializados na região e enriquecem também a merenda escolar das escolas p√ļblicas do munic√≠pio.